Apresentação   Biografia   Cadastrados   Crônicas   Fãs clubes   Livros   Poesias   Prêmios   Área restrita
 
 
 
 
A imagem pode conter: 1 pessoa
 

 

 
 

A RACHADINHA DA MICHELLE

 
 

CR-16.998

 
     
     
 


Parece que nada muda neste país, pois, mudam-se os candidatos, mudam-se os partidos, mudam-se os anos na folhinha, os dias passam, mas a corrupção, a velha corrupção não muda nunca e porque digo isso?

Vejam bem! Acreditava-se que se trocássemos o velho e corrupto PT e o Lula marginal tudo mudaria, mas que nada, não nos deixaram opções, como se a tivéssemos e no frigir dos ovos sobraram de todos aqueles velhos candidatos Jair Bolsonaro e o Miguel Haddad que era nada mais nada menos o fantoche do presidiário Luiz Inácio.

Saíram de cena a galega mocréia da Marisa, a namorada da Dilma, a formosa da Marcela e entrou em cena a "santa" da Michelle a qual chegou chegando e mostrando que com ela a coisa pareceria ser diferente, talvez e eu disse talvez, tenha entrado em um balaio de gatos, ou de gatunos melhor dizendo.

De repente, do nada, veio a descoberta dos cheques que de repente e volto a dizer apenas que de repente, ela esteja ou tenha sido engabelada na mesadinha de seu enteado Flávio que por sinal tem a mesma idade que ela e no esquema deste com o cão fiel Fabrício Queiroz.

Neste caso existe duas possibilidades lógicas. Uma é que tenham-na colocado em uma arapuca de sinuca e "inocentemente" ela esteja ou estará sendo acusada de algo que não fez e nem sabia, porém tendo o marido que tem, aquele que adora botar no loló dos outros, tire o dele da reta e a deixa jogado aos lobos.

A outra possibilidade e a mais lógica é a de que ela obviamente sabia e como estava ligada na política já alguns anos e achando, ou quem sabe inocentemente o marido mandava e desmandava em tudo e tal qual o meliante Lula fez no passado mandava na lei tenha aceitado de boa os depósitos do esquema Flávio e Queiroz.

Porém, o grave nisso é que como tudo que é feto errado um da é descoberto a participação de Michelle tem o poder de indignar ainda mais os já indignados, mas não muda em nada em relação aos que não querem desconforto algum com notícias ruins.

Para agravar as coisas e indignar ainda mais, a base que dá sustentação do capitão terrorista não se constrange e não se incomoda com nada. Nada parece abalar o gado que Jair, não Messias com a tal da rachadinha, com a intensa quantidade de fake news, com pandemia que já matou quase 100 mil (100.240) pessoas de nossa nação, nem a destruição da Amazônia e menos anda a matança de índios.

Agora surge a nova bomba que se torna como novidade a revelação, COM provas, é que Michelle, a esposa de Bolsonaro recebeu R$ 89 mil de Queiroz (divulgado), porém duvido que isso não passe da casa dos milhões e de repente, ela virá diante das câmeras dizer que vende carnês do Senor Abravanel, ou seja, do Baú.

Tudo seria um caso banal se não fosse as falandisses do excelentíssimo senhor presidente que mente de todas as formas, fazendo com que Pinochio ou mesmo até o diabo ou até Lula fossem crianças perto dele porque cada hora que ele, o presiasno é questionado, ele arruma uma desculpa achando que todos são tão idiotas quanto é o gado que lhe segue.

Agora, daqui a pouco, ou sabe-se lá se irão pensar nisso, vão inventar de tentar fazer uma CPI do quem sabe "esqueminho" da Michelle, porque alegar que seria a rachadinha da Michelle podera soar como algo apelativo ao sexo dela.

Os Bolsonaros são os parceiros de milicianos que deram certo, meio sem querer, como projeto de poder e se alicerçando nisso, nesta quadrilha de marginais que matam por prazer a família vai achando que podem tudo ou que tudo podem fazer e se os Bolsonaros fossem personagens de uma série sobre marginais, ninguém levaria a história deles a sério, mas infelizmente, do seu jeito, eles mandam no Brasil e se enquadrássemos como se fosse esta mesma série criminosa, ninguém conseguiríamos pegá-los e atentem aqui que nem o corona vírus conseguiu isso.

 
     
 

Paulo Fuentes

 
 

 Retorne ao site

 

 

 
Copyringht©2000/2020 - Paulo Fuentes®
Todos os direitos autorais reservados de acordo com a lei nº 9610 de 19/02/1998