Apresentação
Apoio cultural
Área restrita
Biografia
Cadastrados no site
Cadastre-se
Contato
Crônicas
Fãs clubes
Livros
Poesias
Prêmios
 
 
 
 
 
 
 
 
  conteúdo do documento
 
 
 

 

47º dia

 
 
 
..........

Diariu!

 

Companheros! Sempre fui a favor das greves e de bagunçar tudo, mas estes porras destes caminhoneros pensam que são quem?

 

Fazê greve é coisa de vagabundos, quero dizer de petistas e não de trabaiadô de verdade. Isso que eles tão fazendu é pragio. Vô prosessa eles por isso.

 

Este filhos de uma jega tão fazendo esta greve ilegal e me fuderô, porque com a greve ilegal deles as minhas coisas não chegaram e eu não tinha caneta pra iscrevê meu diáriu e por isso to iscrevendo hoje de manhã.

 

Onte foi um dia bom. A cadelinha veio aqui e me troxe um monte de cachaça. Até acho que ela deva tá dando pra algum puliça e ele dexo ela entrá com a quantidade que troxe. Tenho estoque agora por duas semana e espero qui não façam uma britez aqui, sinão vão leva imbora a minha alegria.

 

A cadelinha tá com medo e eu bem que avizei ela que ela ia si fuder, mas a lora não me escutou e vai ser presa e ai si ela for eu me fodo mais ainda.

Eu já sabia, mas ela mi enformô que o Dilubio também foi preso e isso é perseguição, porque só prendem gente do meu partido qui já nem é mais meu também.

 

Também fiquei sabendo que o Eduardo foi preso e eu tinha achado qui ele era isperto, mas é mais burro qui eu e si fudeu.

 

O ténico do meu curingão foi imbora e o qui entrô já comessou perdendo. Que porra de merda.

 

Di noite eu iscrevo mais. Agora vô dormi mais um poco.

..........

 
 
 
 

 
 
Copyringht©2000/2018 - Paulo Fuentes®
Todos os direitos autorais reservados de acordo com a lei nº 9610 de 19/02/1998