Apresentação
Apoio cultural
Área restrita
Biografia
Cadastrados no site
Cadastre-se
Contato
Crônicas
Fãs clubes
Livros
Poesias
Prêmios
 
 
 
 
 
 
 
 
  conteúdo do documento
 
 
 

 

4º dia

 
 
 
..........

Estou ficando cansado disso aqui e acho que eles não tem ideia do que estão fazendo comigo, ou com quem estão se metendo. Fui presidente da bosta deste país por oito anos meus e mais 5 anos mandando na idiota incompetente da companheira Dilma e se ela não fosse tão burra, eu ainda estaria na rua, mas isso vai mudar logo.

 

Estes filhos da puta pensam que eu ficarei aqui muito tempo e mesmo tendo a impressão de que os ministros que eu pago para que me defendam lá no supremo, não tem nem ideia do quanto eu paguei para eles e ainda pago para isso.

 

Estou com sono, mas não consigo dormir, porque este juizeco filho da puta acha qe pode mandar em mim ou que mandará em mim por muito tempo. Vive alegando que eu sou criminoso e nem provar que o tiprex é meu conseguiu provar, mas eu ainda tenho força do povo burro e isso graças a ajuda dos meus contratados que batem direto que eu sou bom se bem que nem precisavam dizer isso, pois todo mundo sabe que eu sou bom.

 

Estou sentindo muita falta de minha birita. Ontem a cadelinha da loira veio aqui e deu um jeito de falar comigo. Ela alegou que era uma das minhas advogadas, mas estes tontos nem se deram conta de que ela não pode advogar por causa de ser ligada ao governo, mas estes guardas são tão burros que nada veem. Aproveitamos para colocar as conversas em dia e ela garantiu que eu saio daqui até sexta que vem que é o nosso dia. Dia 13.

 

Preciso beber, mas aqui nesta porra desta cela só tem água e o policial que fica na porta de olho em mim me respondeu que isso de bebidas não me pertence mais e no lugar de uma garrafa de pinga, o filho da puta me deu um livro e falou que era para eu usar como diário e ainda sugeriu que eu começasse com o título “querido diário”. Quem este filho da puta pensa que sou para escrever algo assim. Isso é coisa de viado e não sou de Pelotas, mas sim de Garanhuns.

 

Ontem fiquei com mais raiva ainda deste juizeco porque vieram alguns companheiros aqui falar comigo e mesmo eles sendo governadores de vários estados deste país de merda, outra juizinha de merda deu uma sentença proibindo que eles me vissem e ela também já está marcada na minha lista. Quando eu sair daqui e me eleger de novo vou pegar cada um deles.

 

A galeguinha me disse ontem que o companheiro Stedi está mobilizando o exercido dele e que iria atacar esta cidade e pediu que eu mandasse liberar mais dinheiro para ele e eles querem dilapida o meu patrimônio que levei anos para juntar.

 

Gostei da idéia que eles tiveram de mandar os idiotas ficarem ligando para cá para ficarem perguntar de mim e mais ainda da idéia de escrever em notas deste dinheiro nosso que não vale nada a não ser para ser transformado em dólar. Agora a idéia que achei melhor ainda foi a de usarem crianças na frente dos companheiros para que a policia não possa fazer nada, afinal bater em criança gera coisa boa a meu favor.

 

Vou tentar dormir agora porque estou cansado e querendo beber algo com álcool e não esta merda de água pura e logo cedo comer o pão amanhecido com um copo de café com leite sem açúcar. Quero pinga e ainda dou um jeito de conseguir isso, se bem que o Gilmar, o Toninho ou o Marquinho me tirarão daqui em no máximo dois dias e ai será só correr para os braços deste povo que me ama.

..........

 
 
 

 
 
Copyringht©2000/2018 - Paulo Fuentes®
Todos os direitos autorais reservados de acordo com a lei nº 9610 de 19/02/1998